Como trabalhar a memorização para concurso?!

Tempo de leitura: 6 minutos

Estudar para concursos públicos pode ser a alternativa para as pessoas que perderam os seus empregos ou estão em uma posição desconfortável nesse momento no mercado de trabalho. Por isso, a procura por dicas ou técnicas de estudos pode representar a sua aprovação após um longo período de preparação.

Por acaso, você já ouviu falar dos processos de memorização? Basicamente, se tratam de uma maneira de treinar o seu cérebro para otimizar as suas sessões de estudo, economizando muito tempo. Depois que as pessoas tem conhecimento das técnicas de memorização, a preparação se torna muito mais pratica e rápida.

➜ Assista ao Vídeo sobre os Três problemas críticos: que se não forem resolvidos farão VOCÊ ser REPROVADO.

Na realidade, muita gente acredita que não tem uma memória boa, sendo que não deve ter uma memória treinada apenas. Se você praticar e começar a treinar a sua memória somente com alguns minutos todos os dias, dará um grande passo em busca de sua vaga como funcionário público. Ficou curioso para aprender algumas dessas técnicas?

Confira a seguir três técnicas de memorização para concurso para turbinar a sua preparação:

1 – Técnica do encadeamento de ideias absurdas

Memorização para Concurso - Técnica do encadeamento de ideias absurdas

O que você considera mais importante em sua vida: os momentos do seu cotidiano ou aqueles momentos sensacionais? Possivelmente, você nem tem ideia de como estavam os seus sapatos antes de calçá-los na última vez. Mas, se você achar algum rato dentro dos seus calçados jamais irá esquecer esse susto e pode até ter vontade de relatar essa situação para seus conhecidos.

Isso acontece porque a memória humana possui muito mais facilidade para armazenar episódios curiosos, absurdos e inusitados do que aquelas situações normais e bastante comuns. Se isso parece bastante lógico, por que não tentar inserir essa técnica aos seus estudos, impedindo que você se esqueça dos capítulos mais importantes do que acabou de ler? Por que não tornar o que é lido de forma chata e entediante em uma experiência incomum e curiosa?

É, exatamente, isso que você deve fazer para colocar em pratica a técnica do encadeamento de ideias absurdas. Analise o seguinte exemplo:

Você necessita guardar uma informação, por exemplo, o começo do quinto artigo da Constituição Federal: todos são iguais perante a lei. Você pode apenas ler e tentar memorizar essa pequena informação. Esta é a forma comum e monótona de estudar. Só que se pensar nos membros da sua família andando, passando por um grande livro de regras e saindo todos semelhantes a você provavelmente irá guardar facilmente essa frase da Constituição.

Entenda que não é necessário guardar todo o seu conteúdo para concurso usando esse método de estudo, no entanto, algumas passagens primordiais podem ser salvas em sua memória, tornando-as imagens absurdas e incomuns. Você só precisa utilizar a sua criatividade e realizar associações engraçadas e que tenham um significado extra para você.

➜ Assista ao Vídeo sobre os Três problemas críticos: que se não forem resolvidos farão VOCÊ ser REPROVADO, com o primeiro homem a ser registrado como Recordista Brasileiro de Memória Renato Alves.

2 – Técnica da concretização das ideias

Memorização para Concurso - Técnica da concretização das ideias

O método de concretização de idéias pode ser encarado como uma espécie de complemento a primeira técnica apresentada. Na verdade, essa pratica deixa muito mais simples o encadeamento de ideais absurdas.

No decorrer dos seus estudos, você achará diversas palavras e sentenças com pouca chance de se relacionarem. A expressão principio é um bom exemplo disso, já que não se trata de uma coisa concreta, palpável e de forma que você possa inserira-la em uma cena incomum, associando com outros elementos do seu estudo.

Se você achar a seguinte questão em um concurso: “Quais são os princípios constitucionais do Direito Administrativo?”. Basicamente, os estudantes ou formados em Direito sabem muito bem que esses princípios são a Legalidade, a Moralidade, a Publicidade, a Eficiência e a Impessoalidade. Difícil para quem não é da área, não é? Mas, se você juntar todas as palavras iniciais encontrará a sigla LIMPE.

Utilizando o método de concretização de ideias, o concurseiro pode transformar o principio em um príncipe e imaginar um príncipe limpando alguma coisa em seu castelo para guardar quais são os princípios do Direito Administrativo. Isso pode ser excelente para não confundir o assunto com outros temas.

Sendo assim, sempre que for possível, faça com que termos abstratos se tornem expressões concretas. Definitivamente, isso vai facilitar muito as associações e o encadeamento de idéias durante a sua preparação para o próximo concurso.

➜ Assista ao Vídeo sobre os Três problemas críticos: que se não forem resolvidos farão VOCÊ ser REPROVADO, com o primeiro homem a ser registrado como Recordista Brasileiro de Memória Renato Alves.

3 – Técnica de Memorização da Trajetória

Memorização para Concurso - Técnica de Memorização da Trajetória

No que se refere à técnica da trajetória tudo é bastante simples, mas muito poderoso. O estudante pode utilizar esse conceito para guardar listas de fatos, nomes e tudo que se sentir confortável para incluir nessa técnica de memorização.

Digamos que você tenha que gravar os nomes de todos os presidentes da república depois da Constituição Federal de 1988 em ordem cronológica. Para facilitar, você pode pensar em uma casa repleta de portas e atrás de cada porta, está um presidente fazendo algo engraçado.

Basicamente, a grande funcionalidade dessa técnica é ligar idéias distantes a locais que você tenha intimidade e, por isso, mais praticidade para guardar essas informações em sua memória.

 

➜ Assista ao Vídeo sobre os Três problemas críticos: que se não forem resolvidos farão VOCÊ ser REPROVADO, com o primeiro homem a ser registrado como Recordista Brasileiro de Memória Renato Alves.

 


Se você gostou desse artigo que falamos sobre memorização para concurso, clique em algum dos links abaixo para ajudar a divulgar esse artigo.

Espero que tenha gostado!

Abraço e até o próximo artigo.